IDENTIDADE_ENTRE_QUINTAS_2_RGB piano.jpe
Uma viagem musical pelos sentidos, tendo o Ribatejo
como palco, de uma experiência única.

 

2 a 11 Julho

QUINTA DO CASAL BRANCO · CASA CADAVAL
Digital_PT_4C_V_FC_Cultura.png
Logo DGArtes sem fundo.png
_NovoLogo_OCCO-H_Preto.png
LOGO SEM FUNDO Casal Branco.png
Logotipo Casa Cadaval Muge resize.jpg
logo CMAlmeirim.png
Museu da Música.jpg
logo_fundacaoMbcp_vs1.png
logo_JOCAVI-transparente.png
Alpiarça.tif
Casa dos patudos.tif
Brasão Misericórdia de Santarém.jpg
Ashira Capital.png
logoVerallia-VECT-cmjn.png
LOGO INSTA.jpg
escaroupim.png
falcoaria.png
Antena2_positivo_vert_RGB.png
17a3d203f98201d7d02.png

Com o apoio de:

Jardins Históricos_Rota do Tejo.jpg
O ALMEIRINENSE.png
BORREGO-LEONOR-LOGO-810x486.jpg
Logo Madeca (2).jpg

A segunda edição do Festival Entre Quintas Ribatejo’21 realizada, entre 2 e 11 de julho, numa parceria entre a Quinta do Casal Branco, a Casa Cadaval e a Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras deu um passo decisivo na sua intenção de trazer a música para o Ribatejo e de ligar a cultura, a natureza e o bem-estar.
Todos os espetáculos realizados tiveram uma excelente resposta por parte do público e dos patrocinadores. Apesar do momento difícil que o país atravessa, em termos da pandemia, condicionador da atividade cultural e artística, todos os concertos tiveram uma ocupação entre 90 e 100% dos lugares permitidos, seguindo todas as recomendações da DGS.
A adesão por parte de patrocinadores e de todos quantos decidiram apoiar, em nome individual, a realização do Festival Entre Quintas Ribatejo’21, revela uma forte prova da viabilidade de um projeto que nasceu como uma iniciativa de apoio aos músicos em período de pandemia, mas que, neste momento, já se transformou num importante evento cultural na região do Ribatejo.


Na presença da ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, as equipas de enologia da Quinta do Casal Branco e da Casa Cadaval precederam o espetáculo musical com a apresentação do vinho ‘Festival Entre Quintas Branco 2020’, uma coprodução comemorativa de edição limitada e numerada de 400 garrafas, exclusivamente engarrafadas em unidades magnum.


Para o diretor artístico do Festival Entre Quintas Ribatejo’21, maestro Nikolay Lalov, “o balanço não poderia ser melhor. Uma programação com repertório variado, executado por excelentes músicos. Público que respondeu de forma muito calorosa e afetiva, tendo tudo decorrido num ambiente inspirador e acolhedor”, concluiu.


Depois de lançadas as bases do festival, os promotores olham para o futuro com otimismo e confiança. Perante o desafio de aumentar o número de espetáculos, junta-se a intenção de criação de um Clube de Amigos do Festival e a vontade de trazer artistas, de renome nacional e internacional, para um verdadeiro convívio com a arte e a natureza. 

................

Falar deste festival é fazer memória de duas quintas com história secular - Casa Cadaval e Quinta do Casal Branco - que assumiram a realização de uma experiência de diálogo entre a música, a arte e a enologia, com eventos que proporcionaram a todos a possibilidade de aliar o prazer musical com a experiência vitícola, emoldurados pela elegância e pela beleza dos espaços envolventes. ‘Entre Quintas’ apresentou concertos e recitais entre os dias 2 e 11 de Julho, em diferentes espaços destas propriedades, usufruindo de cenários naturais que unem estas facetas da arte portuguesa de bem receber, enaltecida pela música. Dois fins-de-semana passados em harmonia, entre a arte e a natureza, que tornam a Quinta do Casal Branco e a Casa Cadaval, locais de atração turística e cultural.


Localizadas a cerca de 50 minutos de Lisboa, as duas quintas ofereceram programas inesquecíveis, com música de diferentes géneros, abrangendo diferentes faixas etárias e gostos. Esta experiência de diálogo entre a música e a arte vinícola visou, também, homenagear as figuras emblemáticas de Olga Cadaval e Maria Lívia Braamcamp Sobral, senhoras de grande cultura e sensibilidade artística que deram renome às propriedades que administraram, Casa Cadaval e Quinta do Casal Branco, respectivamente.
‘O Festival Entre Quintas’ teve a parceria da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras (OCCO) e do seu diretor artístico, o maestro búlgaro Nikolay Lalov.


Os bilhetes para os concertos estiveram acessíveis na plataforma Tickeline , bem como nos seus
pontos físicos (Fnac, Worten e agência ABEP).


Este conjunto de eventos culturais contou com vários patrocínios institucionais e particulares, entre os quais se destacam: Fundação Millennium BCP, Amyn Aga Khan, P.H. Walbaum International, Cork Supply, Câmara Municipal de Almeirim e Borrego Leonor & Irmãos.